Temas na ISO de instalação



  • Boa tarde,

    Alguém sabe como introduzir um tema na ISO de instalação do pfSense? Dessa forma não preciso ter de copiar pro pfSense, depois alterar. Verifiquei na ISO do 2.0.1 e só achei referência dos temas no /etc/pfSense_md5.txt e no xml pra escolher o tema.

    Grato!



  • Olá.

    Que tipo de tema? Uma configuração padronizada de intalação?

    Ou você quer alterar os dados do PFSense e colocar outros nomes/referências, substituindo os textos?



  • Boa tarde LFCavalcanti,

    Minha intenção é de modificar as referências ao nome do produto "pfSense" substituindo pelo nome que eu escolher, isso eu consegui fazer facilmente substituindo o valor de algumas variáveis.
            Outra coisa é aplicar um novo tema, como pfsense_ng, porém pelo que vi, na instalação é criado o diretório /usr/local/www e o FS(acredito que é um sistema de arquivo do FreeBSD) usr.uzip é montado e copiado pro diretório, pelo que vi os temas estão dentro desse .uzip (essa é minha impressão) pelo que mostra no etc/rc.d/mdconfig da ISO e por este post http://forum.pfsense.org/index.php?topic=26962.0 .



  • @kelsen:

    Boa tarde LFCavalcanti,

    Minha intenção é de modificar as referências ao nome do produto "pfSense" substituindo pelo nome que eu escolher, isso eu consegui fazer facilmente substituindo o valor de algumas variáveis.
            Outra coisa é aplicar um novo tema, como pfsense_ng, porém pelo que vi, na instalação é criado o diretório /usr/local/www e o FS(acredito que é um sistema de arquivo do FreeBSD) usr.uzip é montado e copiado pro diretório, pelo que vi os temas estão dentro desse .uzip (essa é minha impressão) pelo que mostra no etc/rc.d/mdconfig da ISO e por este post http://forum.pfsense.org/index.php?topic=26962.0 .

    Kelsen,

    Com todo o respeito, mas para mim isso caracteriza um Fork.

    Por mais que a licença BSD permita esse tipo de modificação, na minha humilde opinião, trocar o nome do sistema e retirar as referências ao time oficial é errado. A não ser que você possa recriar o PFSense inteiro sozinho.

    Trocar o tema do PFSense e adicionar referências a sua empresa, mantendo as referencias ao time oficial, acho até normal.

    Há empresas que pegam o código do PFSense e usam como ponto de partida para criarem uma solução própria, apesar de achar isso "egoismo", você se responsabiliza.
    O que não pode é pegar o código prontinho, tudo funcionando, tirar as referencias a quem dedicou esforço e dedicação para construir a solução e colocar outro nome, um "JoãoSense", como se aquilo não fosse um PFSense.

    Digo por experiência própria que é muito mais válido passar o conceito de Software Open Source para seu cliente e explicar o que é PFSense. São três motivos:
    1 - O cliente quer o problema resolvido, raramente vão se preocupar além do custo do projeto.
    2 - Se o cliente souber que o Software não foi feito por você, que é apenas o "configurador", na eventual necessidade de voltar ao fórum, não terás o cliente dizendo "Mas não foi você que criou isso? Resolve logo o problema".
    3 - Não decepciona os profissionais que dedicaram tempo, conhecimento e dinheiro para viabilizar o PFSense.

    Posso estar enganado, mas a impressão que você passou é de um Fork.



  • Intendo, mas não tem nada haver, inclusive os próprios desenvolvedores encorajam isso https://portal.pfsense.org/index.php/reseller-subscription, o próprio sullrich pede ao cara do post que linkei aqui para subscrever ao plano CASO ele não consiga.
    O que importa é manter os headers instactos(no comeco de cada script) com as devidas referências de acordo com a licença BSD. Tem até um post sobre isso.

    Edit: E mais, não disse que ia revender o software como meu, é apenas uma personalização na instalação e na interface, claro, descarateriza um pouco, mas quem conhece, sabe que é pfSense.



  • @kelsen:

    Intendo, mas não tem nada haver, inclusive os próprios desenvolvedores encorajam isso https://portal.pfsense.org/index.php/reseller-subscription, o próprio sullrich pede ao cara do post que linkei aqui para subscrever ao plano CASO ele não consiga.
    O que importa é manter os headers instactos(no comeco de cada script) com as devidas referências de acordo com a licença BSD. Tem até um post sobre isso.

    Edit: E mais, não disse que ia revender o software como meu, é apenas uma personalização na instalação e na interface, claro, descarateriza um pouco, mas quem conhece, sabe que é pfSense.

    Meu caro, não distorça as coisas.

    O Link que você postou é referente ao suporte pago da BSD Perimeter, ai sim você está pagando a eles para ter suporte direto do Core Team. Nesse caso se quiser chamar de "JoãoSense" é escolha sua. Nesse caso você estaria pelo menos colaborando com os desenvolvedores.
    Eles encorajam realmente, mas quando ele se referiu a "se não conseguir" é utilizar o PFSense e implementar ele, principalmente falando de grandes projetos, onde o suporte deles pode ser um fator de sucesso critico.

    Ah claro, vamos deixar só os Headers dos Scripts com os créditos, toda a interface que é o que realmente é visto pelos clientes/usuários terá referências suas. Você realmente acredita que isso seja justo? Ou está pensando em vender o produto passando propaganda sua sem se preocupar com quem dedica tempo e dinheiro para o PFSense que você lucra em cima?

    A questão das referências é para justamente quem não conhece passar a conhecer, não só a solução mas também dar o devido crédito aqueles que colaboraram. Quem conhece, claro, já sabe, mas e quem não conhece? Cabe a você decidir?

    Me desculpe, mas esse papinho de preservar aspectos, que tecnicamente as referências estão lá e etc… isso pra mim é apenas uma peneira sob o sol. Pega-se o código, o software pronto, tira-se as referências e vende como se você estivesse comercializando criado por você. Do contrário, para que gastar tempo e energia para alterar o sistema?

    Quem quer colocar seu nome, que tenha pelo menos a decência de fechar contrato com a BSD Perimeter.

    É triste como o Software Livre sofre com esse tipo de coisa... comunidades inteiras compartilham conhecimento e profissionais que dedicam suas carrerias a um projeto, então vem alguém e faz um Fork descarado ou sorrateiramente vende a solução que outros se dedicaram a construir.

    Sim, eu quis ser enérgico na minha postagem, se não gostou, sinto muito. Esse tipo de coisa não pode passar despercebida.



  • Moralmente, concordo com o LFCavalcanti, inclusive consegui com o core team, banir as propagandas de forks comerciais que nunca deram retorno ao projeto.

    Legalmente, você precisa manter os copyrights dos arquivos, o resto é por sua conta e consciência.





  • Obrigado a ambos pela resposta.

    Ressaltando que na minha primeira resposta a este tópico já citei que a licença do PFSense permite este tipo de mudança.

    O que estou questionando é a moralidade da questão.

    Tanto o Marcelloc, Luiz Gustavo, JackL, pessoas daqui que colaboram diretamente para o projeto, dentre outros tantos mundo a fora que o fazem. Você então vai e joga tudo isso pela janela, coloca o PFSense embaixo de uma maquiagem, enfia debaixo do braço e sai dizendo que é seu.

    Eu estou concluindo um projeto para criar um sistema de gerenciamento especifico para fornecedores de serviço em TI. Tenho debatido muito internamente se devo "abrir o código" ou não, justamente por esse tipo de situação. Mesmo em licenças GPL, sempre há os Forks descarados, pior, alguns pegam seu código e transformam em aplicação proprietária para fazer concorrência.



  • @LFCavalcanti:

    Obrigado a ambos pela resposta.

    Ressaltando que na minha primeira resposta a este tópico já citei que a licença do PFSense permite este tipo de mudança.

    O que estou questionando é a moralidade da questão.

    Tanto o Marcelloc, Luiz Gustavo, JackL, pessoas daqui que colaboram diretamente para o projeto, dentre outros tantos mundo a fora que o fazem. Você então vai e joga tudo isso pela janela, coloca o PFSense embaixo de uma maquiagem, enfia debaixo do braço e sai dizendo que é seu.

    Eu estou concluindo um projeto para criar um sistema de gerenciamento especifico para fornecedores de serviço em TI. Tenho debatido muito internamente se devo "abrir o código" ou não, justamente por esse tipo de situação. Mesmo em licenças GPL, sempre há os Forks descarados, pior, alguns pegam seu código e transformam em aplicação proprietária para fazer concorrência.

    Na verdade o problema em relação a seguir ou não a licença (GPL, BSD, Comercial, etc…) tenha somente um nome: BRASIL

    Aqui tem o costume de não "seguir as regras" (vide o nr. de instalações do sistema operacional de janelas) e não adianta distribuir computador com ubuntu, ele será logo extinguido !

    No final, não importa que licença tem, se usa GPL ou BSD, é mais fácil porque o código esta disponível. Quando digo "BRASIL" é porque, você como programador, nessas horas tem/teria que recorrer a justiça para garantir as regras da licença e isso aqui não funciona muito bem.

    enfim... Vivemos do consenso geral.



  • Nervosinho em filho, vou ser um pouquinho grosso também, perguntei se alguém sabe como fazer, não pedi opinião de moralismo.
    Eu contribuo com o fórum e consequentemente com o  pfSense com tutoriais, ajudo a quem precisa, então não vem me falar que me aproveito do esforço dos outros pra lucrar, pois eu disse que eu não vendo o pfSense, eu vendo o serviço e que o que eu to fazendo é apenas uma personalização que não fere os direitos de ninguém, e se é um fork ou não, o pfSense É um fork também.

    Mais uma coisa pra você ver que ta falando m****:
    http://doc.pfsense.org/index.php/Can_I_sell_pfSense
    Especificamente:

    You're welcome to sell pfSense. Many consulting and hardware companies offer pfSense solutions to their customers. You simply need to comply with the BSD license as detailed on the website. In short, you can sell an unmodified pfSense release in any fashion you desire without worrying about the license, as the built in copyright notices comply with the license requirements. You can charge as much as you want for the software, in fact the more you can get the better as far as we're concerned, as long as your contributions to the project increase in line with your success.

    There are many ways for resellers to contribute. For the long term success of the project it's critically important we get as much support as possible from those profiting from the project.

    Helping with support and documentation - helping users on the forum and mailing list helps the project in general. Documentation contributions are another area where some resellers contribute.

    It's also permissible to rebrand and sell your own branded firewall solution based on pfSense.

    Mais um pouquinho:

    http://forum.pfsense.org/index.php/topic,53210.0.html



  • Buenas!

    Pois é… vira e mexe e está temática volta a circular pelos fóruns e listas de discussão.

    Do ponto de vista moral, faço minhas as palavras do marcelloc. Até porque, particularmente, acho que fica até mais 'profissional' você manter as características originais de uma ferramenta free software, quando a entrega ao seu cliente final como parte de um pacote de serviços, do que criar um remaster com papel de parede diferente. Mas enfim, esta é uma opinião particular.

    Do ponto de vista legal, infelizmente, o Luiz Gustavo está correto. A BSD é livre demais e permite forks e até apropriação de código, infelizmente. Querendo ou não, sem entrar no mérito da questão específica do kelsen, isso prejudica sim a sustentabilidade de vários projetos (especialmente aqui no Brasil). :(

    Sob este último aspecto, apenas uma observação, a MARCA pfSense tem Copyright. Qualquer uso não autorizado da marca é proibido por leis estaduais, federais (no EUA) e por tratados internacionais.

    Abraços!
    Jack



  • Até que enfim alguém com bom senso. Opiniões e opiniões, o fato é que se eu quiser, eu posso, independentemente de moralismo, e mais uma vez, eu não estou vendendo o pfSense como software meu e nem acho que fazer rebrand seja falta de ética.



  • Não sou "Nervosinho" Kelsen… apenas expus minha opinião de maneira direta, enérgica e sem subterfugios.

    Como os colegas já disseram e eu também disse, você pode fazer, mas poder e ser ético são caminhos diferentes nessa questão.

    Você perguntou "como" e eu dei opinião contrária. Muito normal no mundo real, principalmente falando de computação e software de código aberto.

    Isto é um Fórum de PFSense, aberto e livre. Se você está ou não de acordo com minha opinião, isso é com você, mas o seu direito acaba ai, eu tenho o direito de expressar minha opinião assim como você a sua.

    Só uma coisa, os colegas digam se eu estiver errado, mas a BSD não permite que você venda o Software em si, mas o seu serviço para implantar a solução.

    E o tópico do Core Team é bem explicito sobre a opinião deles:

    …in fact the more you can get the better as far as we're concerned, as long as your contributions to the project increase in line with your success.

    Quer desenvolver pacotes para o PFSense e ganhar com isso? OK.
    Quer utilizar o Código do PFSense como base para desenvolver sua própria solução? Desde que contribua o minimo com o Core Team.
    Quer pegar o código pronto e se apropriar do trabalho dos outros colocando a sua marca no lugar? Isso pra mim não é ético.

    PONTO.



  • Mais uma coisa:

    Por que remover a marca do PFSense e colocar a sua?
    Rebrand é quando você pega algo seu, um produto ou serviço, e muda a marca para melhorar a estratégia de mercado.

    Acredito que pegar algo pronto que outros se esforçaram para fazer e trocar a marca não é Rebrand.

    O engraçado é que quando ser moralista prejudica seus interesses, torna-se algo dispensavel.



  • A questão velho, não é a moralidade, e na minha opinião, não acho que estou sendo imoral simplesmente colocando um tema com o nome da minha empresa no produto, tem muita gente que faz isso, inclusive passa no banner aqui do forum, ou passava.
    Eu nunca disse que colocaria um nome no produto e venderia como se fosse meu, como se eu tivesse desenvolvido, como vc insiste. E embora a licença me permita comercializa-lo, eu apenas cobro o meu serviço de implantação e consultoria, o tema, a personalização, é questão de marketing, porque eu não poderia divulgar a minha empresa?
    Eu contribuo com o projeto da forma que posso, ajudo no forum, ajudo no feedback do produto, agora, eu não disponho do 2000USD pra simplesmente criar um tema pra mim, já que até então não tenho necessitado do suporte do core team e 5 horas por ano (se não me engano)  eu acho um absurdo.
    Acho melhor esse assunto encerrar por aqui pra não criar um clima chato aqui no forum, você e eu sempre estamos tentando ajudar alguém aqui e esse mal intendido poderia estragar isso; embora não ache que eu esteja errado, concordo em partes com você com relação aos créditos do projeto, porém, eu tenho a liberdade de poder personalizar o pfSense.
    De qualquer forma, foi exposto os dois lados da moeda, cabe a cada um fazer oque bem achar melhor.



  • @kelsen:

    inclusive passa no banner aqui do forum, ou passava.

    Passava!  ;D. O banner só não foi banido antes porque aparecia apenas para ips do Brasil, o que não podia ser identificado pelo core team.

    @kelsen:

    Acho melhor esse assunto encerrar por aqui pra não criar um clima chato aqui no forum, você e eu sempre estamos tentando ajudar alguém aqui e esse mal intendido poderia estragar isso; embora não ache que eu esteja errado, concordo em partes com você com relação aos créditos do projeto, porém, eu tenho a liberdade de poder personalizar o pfSense.
    De qualquer forma, foi exposto os dois lados da moeda, cabe a cada um fazer oque bem achar melhor.

    Concordo com as duas partes. Meu desenvolvimento no projeto diminuiu consideravelmente depois do post irresponsável do responsável da empresa mencionada nos banners "tirando onda" com seu produto super comercial desenvolvido por terceiros que não tem "coragem" de vender soluções gratuitas.

    A questão é polemica mesmo.  :(



  • Querem ver uma cópia descarada do pfsense. acesse http://fyrewall.com.br/  hehehe! pergunte os valores para instalar os pacotes que estão disponíveis no pfsense e no deles é block. uma fortuna para instalar o squid. Esqpero que não seja este tipo de coisa que pretenda ser feito.

    Abraço a todos.



  • Realmente polêmica.

    É uma queda de braço entre dois conceitos éticos.

    Da minha parte, tenho maturidade para não levar isso como pessoal. O que estamos debatendo aqui é algo profissional, ético, mas profissional.

    Penso realmente em como será o futuro do software open source, é uma guerra de conceitos que vai muito além do mundo da computação. Chega a industria fonográfica, cinematográfica e demais detentores das "propriedades intelectuais".


Log in to reply