Squid cache em disco + Logs = HD de vida curta



  • Após dois anos e meio de uso 24x7, ontem ao final da tarde, meu Seagate Barracuda 7200 rpm morreu.
    Acho que durou bastante, uma vez que só disponho de 2GB para o pfSense com Squid fazendo cache rotacional de 15 dias, LightSquid gerando Logs, que depois foi desinstalado para usar o Sarg, mais os Logs do pfSense…
    Isso sem falar nas constantes quedas de energia da CPFL. Daí a energia volta em poucos segundos, o pfSense reinicia automaticamente por causa da configuração no Bios e... a energia cai de novo em menos de um minuto. Isso quando não retorna novamente e cai de novo. Haja!

    Triste realidade Brazuca! Temos que conviver com serviços péssimos de Internet e Energia Elétrica e, além disso, somos quase obrigados a comprar HDs para uso doméstico em situações que requerem peças específicas para Servidores, caras e difíceis de encontrar. Principalmente em emergências.
    Chego a desconfiar que existe algum lobby dos fabricantes de No-Break com os Fornecedores de Eletricidade. Ter um No-Break também está se tornando obrigatoriedade até mesmo para o usuário doméstico.  :(



  • é durou até que muito, meu hd de 1 tb durou 2 anos tb, no mesmo ritmo que o seu, mas agora coloquei um no-break aqui em casa, duração de 1h30 min  ;D



  • A questão de nobreaks já foi amplamente discutida em fórums.

    As fontes atuais não necessitam de estabilizadores para filtrar e se adaptar as variações normais de voltagem, porém, pequenas interrupções de energia sempre ocorrem. Em se tratando de Servidores é indiscutivel a necessidade de existirem backups de energia, sejam NoBreaks e/ou Geradores.

    Quanto ao tempo de vida do vosso HD, se nós analizarmos os modelos comercializados por Dell, HP, Lenovo, todos eles possuem vida util variando de 3 a 4 anos, quando bem armazenados e conservados. São os efeitos do capitalismo.



  • Sem querer polemizar.
    O meu objetivo com este Tópico, foi e é apenas de alertar aos Usuários mais novos no pfSense sobre o uso do disco e suas consequências.

    Evidentemente, o uso de No-Breaks em ambientes de Produção é mais do que obrigatório. O que eu questionei foi a quase obrigatoriedade para ambientes domésticos. Isto por culpa do péssimo serviço dos Fornecedores de Energia Elétrica. Sinceramente, eu não tenho grana sobrando para investir em No-Break.

    Sobre as Fontes: São muito poucas que realmente cumprem este papel de estabilizar, filtrar e fornecer Watt/Amperagens reais. Sem falar do Ripple elevado que as porcarias produzem. Fora o selo de 80 Plus Bronze impresso na embalagem que, em geral, são falsos.

    Sobre os HDs, quem fabrica HD é quem especifica o tempo de vida útil e não os Integradores.



  • @johnnybe:

    Sem querer polemizar.
    O meu objetivo com este Tópico, foi e é apenas de alertar aos Usuários mais novos no pfSense sobre o uso do disco e suas consequências.

    Evidentemente, o uso de No-Breaks em ambientes de Produção é mais do que obrigatório. O que eu questionei foi a quase obrigatoriedade para ambientes domésticos. Isto por culpa do péssimo serviço dos Fornecedores de Energia Elétrica. Sinceramente, eu não tenho grana sobrando para investir em No-Break.

    Sobre as Fontes: São muito poucas que realmente cumprem este papel de estabilizar, filtrar e fornecer Watt/Amperagens reais. Sem falar do Ripple elevado que as porcarias produzem. Fora o selo de 80 Plus Bronze impresso na embalagem que, em geral, são falsos.

    Sobre os HDs, quem fabrica HD é quem especifica o tempo de vida útil e não os Integradores.

    Eu apenas adicionei duas observações importantes: Uso de NoBreaks sempre, com ou sem Lobby de fabricantes e sobre o tempo de vida de Servidores que pequenas empresas e SysAdmins inexperientes não consideram.

    Sobre as fontes, há vários testes em fórums internacionais e alguns aqui no Brasil, promovido por membros do CDH. Os testes demonstraram que os estabilizadores comuns prejudicam as fontes de boa qualidade, e mesmo com as ruins, causa disperdicio de energia.
    Recomendo fontes de boa qualidade, em nobreaks de boa qualidade.

    Estou batendo nesse ponto porque o gerenciamento de energia é ponto crucial, no seu caso por exemplo, reduziu a vida útil do HD em quase 30%. Não que seja culpa sua, mas sem NoBreaks "Online", sempre há pequenas interrupções que a longo prazo causam desgaste, o problema é o preço deste tipo de equipamento.

    Sobre a vida útil, é preciso diferenciar a vida útil especificada pelos fabricantes.

    Fabricantes especificam vida útil com base na resistência dos materiais usados na fabricação e também dos limites de correção de erro. São valores fixos especificados. A questão é que estes valores podem ser influenciados pela intensidade de uso.

    Um HD usado como Cache do Squid receberá muito mais requisições que um outro usado em uma estação de trabalho, portanto sua vida útil será menor, atingindo os limites mais rápido.

    Esse aliás é um dos motivos que inibem o uso de HDs SSD em Servidores. Os chips de armazenamento de dados têm um ciclo de operações muito menor do que os HDs comuns com pratos de sílicio. Então entra a questão do custo beneficio, para pesar se o ganho de velocidade justifica o custo de aquisição e de futura reposição.

    Sempre avalie com atenção o cenário antes de implantar um servidor, principalmente se a decisão de opção na compra é sua, temos tendencias a cair em encanto por tecnologias "novas", que nem sempre se encaixam em nossas necessidades.



  • Acho que estamos batendo na mesma tecla, LFCavalcanti. Sites Internacionais é o que eu costumo ler. E não retiro uma palavra do que eu disse antes. Pelo contrário.
    Na boa.  :)


Log in to reply